12.1.12

TPCs

Chelsea acordou com uma sensação esquisita na boca, no estômago, e espreitou as horas no relógio da mesa-de-cabeceira. Sete e meia. Fechou os olhos com força e tentou adormecer novamente, mas a ideia de todo aquele trabalho de casa por fazer dentro da pasta fazia-a sentir-se doente. Só faltava uma semana s para os exames de preparação. Era muito bonito Miss McConnell dizer que ela se sairia bem, e que as más notas do período anterior não passavam de um aviso, mas sabia que a professora ficaria aborrecida se ela não fizesse o trabalho de casa marcado para as férias. E mais, os pais viriam logo com previsões muito lúgubres a respeito das filas de desempregados e oportunidades desperdiçadas. O novo período lectivo começava dali a dois dias, e era impossível conseguir fazer tudo, nem mesmo que o seu cérebro finalmente se predispusesse à acção.
Deveria ter deitado mãos à obra ainda antes do Natal. Até nem fizera tenções de ir adi