28.2.11

Os livros



Os livros. A sua cálida,
terna, serena pele. Amorosa
companhia. Dispostos sempre
a partilhar o sol
das suas águas. Tão dóceis,
tão calados, tão leais,
tão luminosos na sua
branca e vegetal e cerrada
melancolia. Amados
como nenhuns outros companheiros
da alma. Tão musicais
no fluvial e transbordante
ardor de cada dia.


Eugénio de Andrade, Ofício da Paciência


I

1. Caracteriza os livros, utilizando uma linguagem denotativa.

2. Esclarece a importância dos livros na vida do sujeito poético.

3. Refere a figura de estilo predominante no poema e explicita o seu valor expressivo.

4. Transcreve o vocábulo que mais se repete ao longo do texto e interpreta a sua reiteração.

5. Explica o sentido da frase: «Tão musicais / no fluvial e transbordante / ardor de cada dia.»

6. Identifica o tema deste texto poético.


II

Estabelece a correspondência correcta entre os elementos da coluna A e os da coluna B:

Coluna A
a) «Amados como nenhuns» (vs. 9-10)
b) «nenhuns» (v. 10)
c) «dispostos» (v. 3)
d) «fluvial» (v. 12)
e) «luminosos» (v. 7)

Coluna B
1. Pertence à classe dos quantificadores.
2. É uma forma verbal não finita.
3. É co-referente de «Os livros».
4. É co-referente de «o sol».
5. Pertence ao campo lexical de iluminação.
6. Pertence à classe dos pronomes.
7. Pertence ao campo semântico de «rio».
8. É uma forma verbal finita.


III

Elabora um texto expressivo e criativo, de cento e cinquenta a duzentas palavras, subordinado ao título: Um livro inesquecível.