7.1.11

Abre-te, Sésamo!


Miguel Torga, Novos Contos da Montanha

1. Caracteriza o ambiente que se vivia em Urros nas noites de Inverno e mostra que ele é reflexo do espaço geográfico e da época em que se desenrola a ação.

2. O principal atrativo dessas noites era a narração de histórias.

2.1. Quem era o narrador?

2.2. Mostra que a sua intervenção era aguardada com grande expectativa e interesse.

2.3. Que razões explicam o interesse do auditório?

3. A expressão "Abre-te, Sésamo" funciona como fórmula mágica na história de Ali-Babá e os quarenta ladrões.

3.1. Procura essa história e faz o seu reconto escrito.

3.2. De que tipo de história se trata?

Caracteriza-a, justificando as tuas afirmações.

3.3. Que efeitos produz a formula mágica "Abre-te, Sésamo" sobre os diferentes grupos que constituem o auditório de Raul?

4. Entre o auditório, salienta-se uma personagem - o Rodrigo.

4.1. Mostra que a fórmula mágica da história ultrapassou a barreira da ficção, atingindo par­ticularmente o rapazinho.

4.2. Tenta explicar esse facto, caracterizando psicologicamente a personagem.

5. Identifica as figuras de estilo presentes nas seguintes expressões do texto e explica a sua sugestividade:

5.1. "(...) uma grande fortuna escondida na barriga de um monte."

5.2. "(...) bem podia qualquer penedo dos que pisavam estar prenhe de tesouros imensos."

5.3. "Ia simplesmente rasgar o véu do mistério."