13.6.10

Cinzas de Incêndio

Envergava um abrigo de pelica azul de anil, apertado à cintura, e uma gorra de pescador, do mesmo material, de onde lhe escapavam os caracóis negros e finos. A malinha de mão pou-sada no colo.
- Do sexto andar? É curioso, também de lá venho, agora mesmo...
Contou-lhe o que perdera, os seus esforços. E ela confessou-lhe, com um beicinho de mágoa risonha, que entre outras coisas deixara lá em cima a sua chemisette de nuit.
Alguma coisa, que não pôde logo definir, o interessou nela: a delicada palidez, a finura incoercível das feições, a energia da expressão, os olhos estreitos e longos que pareciam corta¬dos a buril, e a ironia inteligente que neles brilhava. Sentados lado a lado, riram contando as suas desventuras. Não fizeram delas um poema, mas, o que era muito saudável, um pedaço de humor. Ali, dois andares acima, onde um bombeiro obstinado e façanhudo lhes proibira subir, ele estava perdendo quanto possuía, sobretudo os seus esquissos e todo o seu dinheiro, que por preguiça ainda não depositara num banco. Só lhe restava a trincheira reles do Bon-Marché (que efectivamente encolhera, como profetizara o camarada do ascen-sor) e a roupa usada que vestira para sair à noite. Ela suspirava comicamente pela sua cami-sinha de dormir, que nem tempo tivera de enfiar no saco; pelas pantufas bordadas e o estojo de toillete, que deixara naquele sexto andar onde, que pena, tinham sido vizinhos sem o saber.
- Mas eu já o tinha visto: ontem, no hall do hotel - disse ela olhando-o fixamente. Depois as suas narinas, que pareciam de marfim, bateram, e o coração do artista respondeu às upas. As pupilas dela, negras impenetráveis, flutuavam num branco levemente azulado. As pesta-nas, compridas e luzentes, não pareciam sair-lhe do rebordo das pálpebras, mas duma pre-gazinha de cetim da pele. Nunca vira olhos parecidos.

José Rodrigues Migueis, Cinzas de Incêndio


I

1. Selecciona, da descrição da figura feminina, os vocábulos referentes:
a) aos traços físicos
b) ao vestuário e acessórios

2. Caracteriza psicologicamente a mulher, partindo dos enunciados transcritos:
a) «beicinho de mágoa risonha»
b) «delicada palidez»
c) «ironia inteligente que neles brilhava»
d) «riram contando as suas desventuras»
e) «Ela suspirava, comicamente, pela sua camisinha de dormir»
f) «olhando-o fixamente»
g) «pupilas (...), negras impenetráveis»


II

Elabora um texto descritivo, de 100 a 200 palavras, caracterizando o(a) teu(tua) melhor amigo(a).