10.6.10

Ah! minha Dinamene! Assim deixaste

Ah! minha Dinamene! Assim deixaste
Quem não deixara nunca de querer-te!
Ah! Ninfa minha, já não posso ver-te,
Tão asinha esta vida desprezaste!

Como já pêra sempre te apartaste
De quem tão longe estava de perder-te?
Puderam estas ondas defender-te
Que não visses quem tanto magoaste?

Nem falar-te somente a dura Morte
Me deixou, que tão cedo o negro manto
Em teus olhos deitado consentiste!

Ó mar! Ó céu! Ó minha escura sorte!
Que pena sentirei que valha tanto,
Que inda tenha por pouco viver triste?

Luís de Camões


I

1. Divide o poema em três partes e delimita-as,
1.1. Apresenta uma frase que sintetize cada um dos momentos.

2.O sujeito poético interpela o «tu».
2.1 Refere a acusação que lhe é dirigida.
2.1.1 Transcreve expressões que fundamentem a resposta.

3. Refere os sentimentos que dominam o sujeito poético.

4. O poema é autobiográfico.
4.1 Identifica o acontecimento funesto da vida de Camões que é referenciado.

5. O poema é rico em figuras de estilo.
5.1 Identifica uma perífrase, uma metáfora e uma apóstrofe e esclarece o valor expressivo de cada uma delas.

6. Faz a análise formal do poema.


II

1. Transcreve, do texto, expressões do campo semântico de «morte»/«morrer».

2. «asinha» (v. 4) é um arcaísmo. Justifica a afirmação.

3. Cria uma frase com uma palavra homónima de «pena» (v. 13).

4. No poema, o sujeito poético refere-se ao passado, ao presente e ao futuro.
4.1 Selecciona do texto formas verbais que fundamentem a afirmação anterior.
4.2 Na 1.a estrofe, o sujeito poético distingue diferentes momentos passados. Transcreve a forma verbal que situa os acontecimentos num passado mais longínquo.

5. Classifica sintacticamente as seguintes orações:
a) «que tão cedo o negro manto» / «Em teus olhos deitado consentiste» (vs. 10-11);
b) «Que valha tanto» (v. 13).
5.1 Identifica o sujeito e o complemento directo na oração da alínea a).


III

Num texto descritivo, de 150 a 200 palavras, caracteriza física e psicologicamente uma pessoa por quem tenhas grande admiração.