16.1.10

Proposição (C. I, 1-3)




1
As armas e os barões assinalados
Que da Ocidental praia Lusitana,
Por mares nunca dantes navegados
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados
Mais do que prometia a força humana,
E entre gente remota edificaram
Novo Reino, que tanto sublimaram;

2
E também as memórias gloriosas
Daqueles Reis que foram dilatando
A Fé, o Império, e as terras viciosas
De África e de Ásia andaram devastando,
E aqueles que por obras valerosas
Se vão da lei da Morte libertando,
Cantando espalharei por toda parte,
Se a tanto me ajudar o engenho e arte.

3
Cessem do sábio Grego e do Troiano
As navegações grandes que fizeram;
Cale-se de Alexandre e de Trajano
A fama das vitórias que tiveram;
Que eu canto o peito ilustre Lusitano,
A quem Neptuno e Marte obedeceram.
Cesse tudo o que a Musa antiga canta,
Que outro valor mais alto se alevanta.

Luís de Camões, Os Lusíadas, Canto I



I


1. As três primeiras estrofes de Os Lusíadas correspondem à Proposição, uma das partes constituintes da epopeia.
1.1 Refere palavras da mesma família de «proposição».
1.2 Explica o significado desta palavra.
1.3 Parece-te um nome adequado à introdução de uma obra? Justifica.

2. «Cantando, espalharei por toda a parte...»
Completa esta declaração do poeta especificando:
- quem são, e em que versos aparecem referenciados, os heróis cujos feitos se propõe divulgar;
- quais os feitos que lhes deram estatuto de heróis.

3. «Por mares nunca dantes navegados...» «Mais do que prometia a força humana...» Explica em que medida estes versos engrandecem o[s) herói(s) e respectivos feitos.

4. «...eu canto o peito ilustre Lusitano, A quem Neptuno e Marte obedeceram.» Os versos transcritos constituem uma síntese perfeita do que se enunciou nas duas primeiras estrofes.
• Refere-se o que o poeta se propõe fazer. Com que palavra?
• Indica-se, numa expressão, o herói do poema. Identifica-o.
• Especifica-se e engrandece-se, com um verso, os feitos realizados. Explica como.

5. «... outro valor mais alto se alevanta.»
Este último verso da Proposição conclui uma comparação que está implícita em toda a terceira estrofe.
5.1 Um dos elementos da comparação é «o peito ilustre Lusitano». E o outro, por que personagens é constituído?
5.2 Por que razão foram exactamente esses os escolhidos pelo poeta?
5.3 Que palavras indicam e/ou realçam a superioridade de um dos elementos da comparação? Justifica a tua resposta.

6. Expõe, com objectividade e clareza, a função que a Proposição desempenha n' Os Lusíadas.