2.7.09

A Estrela



Tem em conta a leitura do conto "A Estrela" de Virgílio Ferreira.


I

1. Pedro, a personagem central do conto, tinha um desejo ardente – roubar a estrela ao céu.
a) Como surgiu esse desejo?
b) Para que queria ele a estrela desejada?

2. «No dia seguinte acordou tarde» e sofreu uma enorme desilusão. Porquê?

3. Qual a importância que a noite adquire neste conto?

4. Como explicas que apenas Pedro não se queime?

5. Explica a diferença de pontos de vista do Cigarra e do António Governo, a propósito do desaparecimento da estrela.

6. Classifica o narrador do conto quanto à presença.

7. Quais os modos de apresentação do discurso presentes no conto?

8. Pedro foi protagonista de uma história que o diferenciou dos restantes habitantes da aldeia.
a) Traça o retrato de Pedro.

9. Relê o último parágrafo do conto:
«Toda a gente chorou a sua morte. E o Cigarra, que andou de luto um ano inteiro, fez mesmo uns versos sobre ele para os cantar depois à viola. Já passaram muitos anos e ainda hoje se cantam. A estrela ainda lá está. Toda a gente a conhece.»
a) Foi completamente inútil o sonho de Pedro?
b) Dá uma opinião sobre este final.

10. O final do conto A Estrela surpreende de certa forma o leitor. Repara no que diz o narrador:
"O pai fazia força cá de baixo, toda a gente ia empurrando também, menos a mãe que nem queria ver e tapava mesmo os olhos, lembrando apenas aos santos das suas relações que era altura de fazerem alguma coisa. E eles fizeram."
• Repara agora, que, ao contrário do que se espera, aconteceu o seguinte:
• "Pedro escorregou por ele abaixo até à bola de pedra. E então, desequilibrou-se, e, de braços abertos, veio pelo ar estampar-se cá em baixo contra as pedras do adro. Toda a gente chorou a sua morte."
• Assinala o que pretenderá o autor do conto com este final.