19.3.09

Mote Alheio

Campos bem-aventurados,
tornai-vos agora tristes,
que os dias em que me vistes
alegre são já passados.


Campos cheios de prazer,
vós, que estais reverdecendo,
já me alegrei com vos ver;
agora venho a temer
que entristeçais em me vendo.
E, pois a vista alegrais
dos olhos desesperados,
não quero que me vejais,
para que sempre sejais
campos bem-aventurados.

Porém, se por acidente,
vos pesar de meu tormento,
saberei que Amor consente
que tudo me descontente,
senão descontentamento.
Por isso vós, arvoredos,
que já nos meus olhos vistes
mais alegrias que medos,
se mós quereis fazer ledos,
tornai-vos agora tristes.

Já me vistes ledo ser,
mas despois que o falso Amor
tão triste me fez viver,
ledos folgo de vos ver,
porque me dobreis a dor.
E se este gosto sobejo
de minha dor me sentistes,
julgai quanto mais desejo
as horas que vos não vejo
que os dias em que me vistes.

O tempo, que é desigual,
de secos, verdes vos tem;
porque em vosso natural
se muda o mal para o bem,
mas o meu para mor mal.
Se perguntais, verdes prados,
pelos tempos diferentes
que de Amor me foram dados,
tristes, aqui são presentes,
alegres, já são passados.

Luís de Camões


I

1.O texto estrutura-se em dois tempos distintos: o presente e o passado.
1.1 Transcreve as expressões que caracterizam os campos nessas duas dimensões temporais.

2. Identifica os sentimentos antagónicos que os «campos» despertam no eu poético.
2.1 Neste sentido, interpreta os versos 10 e 11.

3. Esclarece o motivo do estado de espírito do sujeito poético no presente.
3.1 Selecciona as expressões que justificam a resposta à questão anterior.

4. Na penúltima estrofe, o eu poético exprime o desejo de sofrer profundamente.
4.1 Neste contexto, explica os dois últimos versos.

5. Avalia os efeitos da passagem do tempo sobre os «campos» e sobre o eu poético.

6. Refere as duas figuras de estilo em que se alicerça o poema.

7. Analisa formalmente o poema.


II

1. O texto documenta um estilo engenhoso, artístico, revelando a mestria linguística de Camões.
1.1 Selecciona e classifica os conectores discursivos que sequencializam o discurso.
1.2 Regista os vocábulos do campo semântico de «Campos» e «prazer».


File:Claude Lorrain 021.jpg