28.12.08

Fernando Pessoa - ortónimo

Diga se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as seguintes afirmações:

1. A angústia existencial e a nostalgia são marcas de Pessoa ortónimo.
2. A poesia do ortónimo revela a despersonalização do poeta fingidor, que fala e que se identifica com a própria criação poética, como impõe a modernidade.
3. A revista Orpheu reage contra o tradicionalismo e o academismo oficial e cria uma ruptura com o passado.
4. Em Orpheu, encontramos de um lado a herança do decandentismo francês, do outro o esprit nouveau de uma Europa que lutava p por uma estética de vanguarda.
5. Em Pessoa ortónimo, a influência do lirismo tradicional é visível na sensibilidade, na suavidade, na linguagem simples e no ritmo melodioso.
6. Em Pessoa ortónimo, o fingimento surge como elaboração mental dos conceitos que exprimem as emoções ou o que quer comunicar.
7. Em Pessoa ortónimo, o poeta dá a conhecer a sua felicidade existencial e a sua "alegria de viver".
8. Em Pessoa ortónimo, o poeta procura superar a angústia existencial através da evocação da infância (símbolo da felicidade perdida) e da saudade desse tempo feliz.
9. Em Pessoa ortónimo, os poemas não são rimados e a opção pelo verso longo é evidente.
10. No Interseccionismo encontramos o processo de realizar o Sensacionismo, na medida em que a intersecção desensações está em causa e por elas se faz a intersecção da sensação e do pensamento.
11. Em Orpheu, a poesia alucinada, chocante, irritante, irreverente, procurava provocar o burguês, símbolo acabado da estagnação em que se encontrava a cultura portuguesa.
12. No poema Autopsicografia, Fernando Pessoa afirma que o acto poético apenas pode comunicar uma dor verdadeira.
13. No poema O menino da sua mãe, há objectos (a cigarreira e o lenço) que simbolizam a existência de vínculos afectivos que foram conservados.
14. No poema O menino da sua mãe, o modo indicativo dos verbos torna mais irreal mais longínqua a descrição.
15. O poema Ela canta, pobre ceifeira destaca a inconsciência consciente da ceifeira ou a razão que o Eu desconhece e a perturbação p face à ausência de razões aparentes para cantar.
16. No poema Impressões do Crepúsculo, o significado de paul liga-se à água estagnada, aos pântanos, onde se misturam e se confundem imensas matérias e sugestões.
17. O Epicurismo considera que o bem se encontra nos prazeres intelectuais ou morais, mas defende que os prazeres calmos, puros e duradouros são os únicos capazes de proporcionar na vida uma completa ataraxia.
18. O Epicurismo preconizava a indiferença à dor e a firmeza de ânimo, como forma de resistir aos males e agruras da vida.
19. O Futurismo caracteriza-se pela exaltação da energia, de "todas as dinâmicas", da velocidade e da força até situações de paro
20. O Interseccionismo consiste na sobreposição de elementos como o aqui e o além, o agora e o passado, o real e o onírico.
21. O Sensacionismo é uma doutrina que atribui a génese dos nossos conhecimentos à intelectualização dos sentimentos.
22. O Interseccionismo deriva, ou melhor, é uma evolução do Paulismo e caracteriza-se pelo entrecruzamento de planos que se cortam: intersecção de sensações ou percepções.
23. Em Pessoa ortónimo, é visível a construção da arte pelo recurso à ironia que põe tudo em causa, inclusive a própria sinceridade.
24. O Paulismo caracteriza-se pelas sugestões claramente definidas, separando o espírito e a matéria.
25. São marcas do Modernismo: a simplificação da sintaxe; o aproveitamento das imagens visuais e dos vocábulos musicais; a versificação irregular e o verso livre; a liberdade estrófica.