3.2.08

Fénix Renascida


AO RIGOR DE LISI


MULHER+CORTE.jpg (image)

Mais dura, mais cruel, mais rigorosa
Sois, Lisi, que o cometa, rocha ou muro
Mais rigoroso, mais cruel, mais duro,
Que o Céu vê, cerca o mar, a terra goza.

Sois mais rica, mais bela, mais lustrosa
Que a perla, rosa, Sol ou jasmim puro,
Pois por vós fica feio, pobre e escuro,
Sol em Céu, perla em mar, em jardim rosa.

Não viu tão doce, plácida e amena,
(Brame o mar, trema a terra, o Céu se agrave),
Luz o Céu, ave a terra, o mar sirena.

Vós triunfais de sirena, luz e ave,
Claro Sol, perla fina, rosa amena,
Mor cometa, árduo muro, rocha grave.


Jerónimo Baía, Fénix Renascida


I

1. Estrutura formal
1.1. Faz o levantamento dos adjectivos e dos substantivos nas quadras e no primeiro terceto.
1.2. Faz também o levantamento dos substantivos do segundo terceto.
1.3. Faz agora um comentário acerca da disposição dessas palavras no soneto.

2. Estrutura interna
2.1. Divide o texto em partes.
2.1.1. Refere a sua articulação.

3. Tema
3.1. Que tipo de mulher está aqui retratada?
3.2. Comprova que a caracterização dessa mulher é feita de forma antitética.

4. Expressividade da linguagem
4.1. Explica as figuras de estilo usadas para salientar as características de Lisi.

5. Estética literária
5.1. Comprova que este texto é um modelo do estilo cultista.


II

O Barroco na sua vertente cultista, sob roupagens exageradas, esconde uma temática muitas vezes banal.
• Constrói um texto, de 12 a 15 linhas, no qual salientes as causas que levaram ao aparecimento do Cultismo.