14.12.07

Natal… Na província neva


hostingpics.net

Natal… Na província neva.
Nos lares aconchegados,
Um sentimento conserva
Os sentimentos passados.

Coração oposto ao mundo,
Como a família é verdade!
Meu pensamento é profundo,
´Stou só e sonho saudade.

E como é branca de graça
A paisagem que não sei,
Vista de trás da vidraça
Do lar que nunca terei!

Fernando Pessoa



I

1. Considera as referências – evocações temporal e espacial contidas no primeiro verso.
1.1. Interpreta a sua expressividade.
1.2. Esclarece o sentido do verso 4.

2. “ Como a família é verdade!” (v.6)
2.1. Explicita os efeitos sugeridos pelo tipo de frase utilizado.

3. Identifica a figura de estilo presente no verso 8 “ ´Stou só e sonho saudade”.
3.1. Refere o seu valor, tendo em conta os sentimentos que dominam o sujeito poético.

4. Relaciona o último verso com a temática pessoana que estrutura o poema.

5. Analisa formalmente a composição poética.


II

“ (…) na suposição de que ser poeta é ter acesso a um novo “estado de graça”, Fernando Pessoa tenta recriar-se, artificialmente, como “criança” e, nela, continuar a infância perdida. Mas a consciência do real atrapalha-lhe o sonho.”

Alfredo Antunes, Saudade e Profetismo em Fernando Pessoa


Depois de reflectir sobre o excerto transcrito, desenvolva-o num texto expositivo, fundamentando as suas afirmações.